segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Uma Mucura entrou em casa











Mucura ou Gambá
Uma grande algazarra tirou toda a casa do marasmo cotidiano, a gritaria era intensa, pensei até que havia acontecido um acidente, a Luna, nossa cadela de estimação corria de um lado para outro, parecendo acuar alguma coisa. Todos correram para ver o que acontecia. De repente, um susto, um animal escuro, pêlos arrepiados, olhos esbugalhados, percebendo-se claramente o desespero no seu olhar. Notei que havia medo também nas pessoas ali presentes, pois o aspecto do animal não era dos melhores. Essa feiúra, na verdade, era sua própria beleza, um paradoxo, a Mucura, era o animal, fazia um barulho estranho quando acuada pela Luna e permanecia espremida de encontro à janela da sala de estar, sem poder se mexer. Mais parecia um rato gigante. A Mucura, em algumas regiões do Brasil é também conhecida como -  “Gambá (de guaambá, que significa saco vazio, referindo-se ao marsúpio) é um marsupial do porte de um gato. Tem hábitos noturnos e, apesar de ser um animal de movimentos lentos, trepa em árvores com facilidade, usando a cauda preênsil para agarrar-se aos galhos. Alimenta-se principalmente de frutos silvestres, ovos e filhotes de pássaros. Não raramente visita galinheiros, causando imenso estrago.
Quando perseguido, o gambá finge-se de morto ou expele um líquido fétido produzido por glândulas axilares. Na fase do cio, a fêmea também exala esse cheiro forte, facilmente reconhecível.
Quando os filhotes entram na bolsa têm só 1 cm e ficam lá dentro 70 dias, onde se desenvolvem e tem condições de enfrentar a selva.¹”
Afastei a cadela, que desesperada latia instintivamente, imaginando que aquela era a caça do dia, peguei uma vassoura e fui tocando levemente no animal empurrando-o para fora da casa. Lembrei que quando criança o primeiro ímpeto quando víamos um animal silvestre era de matá-lo, simplesmente, sem nenhum motivo e fiquei feliz por ter mudado e me conscientizado de que essa atitude era algo irracional, decadente e retrógrado. Existem atualmente muitos animais silvestres convivendo em área urbana e é necessário que a população seja sempre conscientizada da sua preservação, orientando principalmente as crianças para abolirem a baladeira ou estilingue e aprender que nós é que invadimos seus habitats e precisamos respeitá-los. Após muitos suspiros das mulheres e latidos cada vez mais intensos da Luna a nossa querida visitante Mucura saiu pela porta da cozinha, subiu a grade da área de serviço e sumiu na escuridão do quintal.
Ficamos observando a noite, muitas estrelas salpicavam o céu, a lua iluminava as árvores e ao longe uma sombra passou sobre o muro em disparada, ninguém percebeu, mas vi aqueles olhos grandes e brilhantes me olhando felizes.

¹Lucia Helena Salvetti De Cicco

Por Nilson Mesquita

Quem é a Mucura?
FILO: Chordata
ORDEM: Marsupialia 
FAMÍLIA: Didelphidae 
NOME POPULAR NO BRASIL: Na Amazônia: mucura; na Bahia: suruê ou sarigüê; no Nordeste: cassac ou timbuo; no Mato Grosso e Paraguai: micurê e no resto do Brasil recebe o nome de Gambá
NOME CIENTÍFICO: Didelphis marsupialis DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA: do Canadá ao norte da Argentina. Nrasil, Paraguai, Guianas, Venezuela
HABITAT: Floresta, Campos e Centros urbanos 
HÁBITOS ALIMENTARES: Onívoro 
REPRODUÇÃO: 12-13 dias
ALIMENTAÇÃO: principalmente de frutos silvestres, ovos e filhotes de pássaros
A FÊMEA POSSUI: 12 ou 13 tetas
PESO DO EMBRIÃO AO NASCER: 2g (em torno de 1 cm) e completam seu desenvolvimento na bolsa materna.
Nº DE CRIAS: 3
Nº DE FILHOTES: 10 a 15 por ninhada
PERÍODO DE VIDA: 2 a 4 anos
TAMANHO: Pode atingir 50 cm de comprimento sem contar a cauda, quase do mesmo tamanho.
CARACTERÍSTICAS: Apresenta corpo maciço. pescoço grosso, focinho alongado e pontudo, membros curtos e cauda preênsil, bastante grossa, redonda e afilada, só peluda na base, tendo pequenas escamas revestindo a parte restante.
FÊMEA: A fêmea possui um marsúpio bem desenvolvido, ao contrário de outros da mesma família, que só tem 2 dobras ventrais abertas. 
PELAGEM: a cor da pelagem varia muito, indo do branco (animais velhos) ao negro (animais jovens) e passando por todas as tonalidades de cinzento e bruno intermediárias.





Lucia Helena Salvetti De Cicco

13 comentários:

  1. Amei o tom poético de sua postagem. Confesso que daria metade de meu reino para ter feito essa fotografia. Bela sacada amigo Nilson! A foto mostra realmente um animal acuado.

    ResponderExcluir
  2. Mto bom o post, mas só por questão de informação, faltou dizer qual era a classe do animal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade é um mamífero. A sua Procriação é rápida como a do rato, não é um roedor se parece muito com o rato, fede mais do que um gambá, se alimenta de ovos, pintos é uma peste ou praga quando ataca galinheiros acaba com 100 pintos na faixa de cinco dias. animal valente!

      Excluir
  3. ela gosta de subir em arvore da genipapa e comer os frutos.nunca mais vi uma. isso faz 10 anos . porque? os idiotas do ser humanos estão devorando a cidade com casas verticais e horizontais. estou tentando recuperar através d uma autorização ambiental a cria desses animais em um sitio grande que eu tenho com bastante mata virgem e repovoar. se não isso vai ser lenda aqui!!
    belém -pará

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vem buscar no Condomínio que eu moro em Castanhal, aqui é uma praga.

      Excluir
  4. fiquei feliz ao ler seu comentario estou cuidando de uma familia de gambas a minha familia e amigos acham um maaior barato gostaria de tirar eles do forro da casa porque eles fazem barulho a noite mas onde poderia coloca-los não sei por enquanto vou deixar eles animando o telhado da minha casa

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante a postagem, meu filho João Antonio de 06 anos ficou atendo a leitura e fez bons comentários.

    ResponderExcluir
  6. Encontrei esta manhã na porta da minha casa um inofensivo macho de mucura morto, alguém sem noção colocou veneno para rato maldosamente, Infelizmente a sana humana por sangue parece que nunca termina!

    ResponderExcluir
  7. Na verdade é um mamífero. A sua Procriação é rápida como a do rato, não é um roedor se parece muito com o rato, fede mais do que um gambá, se alimenta de ovos, pintos é uma peste ou praga quando ataca galinheiros acaba com 100 pintos na faixa de cinco dias. animal valente!

    ResponderExcluir
  8. Na verdade é um mamífero. A sua Procriação é rápida como a do rato, não é um roedor se parece muito com o rato, fede mais do que um gambá, se alimenta de ovos, pintos é uma peste ou praga quando ataca galinheiros acaba com 100 pintos na faixa de cinco dias. animal valente!

    ResponderExcluir
  9. Pessoal, pelo amor de Deus me ajudem. Minha vizinha achou no lixo da casa dela 8 filhotes de Mucura. Pensou que eram ratos e tirou de lá. Quando vi percebi que eram filhotinhos de Mucura. Não sei o que aconteceu com a mãe. Mas sei que eles são marsupiais e então pra estarem lá ela devia ter morrido ou algo do tipo. Todos queriam dar um f no animal. Mas eu coloquei em uma caixa e já me apeguei. São lindos. Dóceis e já estão fortinhos. Comem frutinhas e verduras. Além da carne de frango e sardinha. Não quero me livrar deles com o todos mandam. Quero deixa los fortes para devolver a natureza. Ná tenho intenção de ficar. Sei que são animais silvestres. Mas estou com medo. Pois estão em casa desde de segunda. Tive contato c a urina deles e senti febre, tosse e dor no corpo. Estou com muito medo de ser leptospirose. Me ajudem. O que eu faço?

    ResponderExcluir
  10. Sair fora mucura e um Bixo orivel nogento odeio esse tipo

    ResponderExcluir